Página Inicial Blog
O que é SEO e como ele pode ajudar na divulgação do seu negócio
Home Blog / Blog / Mkt Digital / O que é SEO e como ele pode ajudar na divulgação do seu negócio?

O que é SEO e como ele pode ajudar na divulgação do seu negócio?


Por Alphabrand em 21 de agosto de 2020

Tags:, ,


SEO é uma maneira de otimizar o seu site para que ele seja sugerido pelo Google a quem procura por assuntos relacionados ao seu negócio.

Por exemplo, se você tem uma loja de roupas e alguém pesquisa por “loja de roupas femininas”, caso seu site esteja bem otimizado para SEO, certamente, será um dos primeiros a ser indicado.

Por que isso é importante? Porque aumenta as chances de o consumidor clicar no seu link, conhecer a sua marca e, com isso, se tornar um novo cliente.

Se considerarmos que a maioria das compras, hoje em dia, começa com uma pesquisa no Google, nada melhor do que estar entre os primeiros sites sugeridos, concorda?

Entenda agora o que é SEO, como funciona e todos os benefícios dessa estratégia para a sua empresa.

O que é SEO?

O SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de estratégias que serve para destacar o site da sua empresa nos mecanismos de buscas, buscando um melhor posicionamento.

Imagine a seguinte situação: Manoel é dono de uma padaria chamada Ora Pães!, e acabou de criar um site para divulgar seus pães quentinhos. Mas quando faz uma busca por “padarias”, o Google não mostra o seu site. Por que isso acontece?

Se você acabou de criar um site para o seu negócio, assim como o Manoel, é normal que ele não apareça imediatamente nas buscas. 

Isso acontece porque milhares de empreendedores com empresas do mesmo nicho que o seu já criaram, e estão criando todos os dias, sites semelhantes e concorrendo ao mesmo lugar no top 10 do Google.

E agora, o que fazer? 

Como funcionam as pesquisas no Google?

Para saber como posicionar melhor o seu site no Google, é preciso entender um pouquinho como ele funciona. Vamos lá?

Desde a sua criação, o Google vem mapeando toda a internet e criou um arquivo extenso de informação chamado “index”. É como se fosse uma biblioteca gigante, na qual você pode procurar sobre qualquer assunto, até “pães quentinhos”! 

Como a linguagem é complexa e uma palavra pode ter inúmeros significados, o Google criou um algoritmo para entender melhor o que as pessoas estão procurando e entregar o melhor resultado. 

Dessa forma, ele sabe direitinho se um usuário está procurando um dos maravilhosos sonhos da padaria do Manoel, ou apenas querendo saber o significado de um sonho que teve na noite passada.

Assim, o Google cria um ranking de todos os sites indexados, mostrando os 10 resultados mais promissores na sua primeira página.

Ah! Esses resultados são exibidos sempre após os anúncios pagos, que ficam no topo da página, realizados por meio do Google Ads.

Como o Google decide quem aparece primeiro?

Mas se há milhões de resultados semelhantes para uma única palavra como, afinal o Google define seu ranking, ou melhor, o posicionamento?

Especialistas afirmam que são mais de 200 fatores que compõem o algoritmo do Google, e a maior parte deles são guardados a 7 chaves! 

Abaixo, listamos alguns dados divulgados ao público pelo Google, e outros fatores descoberto por meio de análises de padrões por empresas especializadas nessa área.

Palavra-chave: onde tudo começa

Tudo começa com a  busca, um desejo do usuário expresso com uma palavra no campo de pesquisa do Google, a chamada “palavra-chave”. 

A partir dessa palavra-chave, o Google irá analisar os milhões de páginas na sua “biblioteca”, aplicar os algoritmos e exibir os resultados. Tudo isso em menos de 1 segundo!

Pode parecer óbvio, mas já encontrei situações em que não havia descrição ou menção do próprio negócio em nenhuma parte de texto do site da empresa. 

Dessa forma, o Google nunca conseguirá relacionar a palavra-chave digitada pelo usuário ao seu site.

Além de conter as palavras-chave que remetam ao seu negócio presentes nas páginas do seu  site, é necessário utilizá-las no lugar correto, por exemplo:

  • nos título e subtítulos das páginas: quanto mais próximo ao início, melhor;
  • na URL da página: que é o endereço fixo daquela página;
  • no primeiro parágrafo de texto da página;
  • nas legendas das imagens; 
  • na meta descrição; 
  • no conteúdo principal.

Antes de você sair colocando “pão quentinho” por toda a parte do site, é preciso lembrar que estamos escrevendo em primeiro lugar para humanos. 

Além disso, o Google é inteligente o suficiente para entender sinônimos e termos relacionados à sua palavra-chave principal (e seu uso é mais que recomendado!).


Mas é só isso? Isso eu já sabia! Calma, que tem muito mais!

Links Internos

O Google analisa cada página individualmente e também a relação entre elas. Dessa forma, ele consegue entender o contexto geral do seu site. 

Localização

O Google também costuma verificar de onde as buscas estão sendo realizadas e tende a apresentar sites de estabelecimentos que estejam fisicamente próximos a esse local.

Atualização

A data em que seu conteúdo foi publicado, ou atualizado, também é um fator relevante para o Google. 

O site de pesquisa entende que os conteúdos mais recentes podem trazer informações mais precisas e atualizadas. 

Por isso, manter uma frequência de postagem e, até mesmo, atualizar um conteúdo mais antigo, pode ajudar a melhorar a posição do seu site nas buscas.

Experiência do Usuário

A partir do momento em que um usuário acessa o seu site, o Google também vai analisar a experiência do usuário dentro do seu site. 

Assim, se ele entra, fica pouco tempo e não interage em sua página, o Google entende que aquele conteúdo não foi relevante para esse usuário, aumentando a taxa de rejeição do seu site elevando o seu posicionamento a cair.

Por isso, além de deixar as informações bem organizadas, é importante trabalhar o conteúdo pensando no seu público, ou seja, na sua persona.

O que mais você precisa saber sobre SEO? 

Mas há diversos outros pontos que você precisa saber sobre SEO. Por isso, vou me aprofundar um pouco no assunto.

SEO Técnico

Tire as crianças da sala porque agora vou falar de um assunto um tanto quanto delicado, mas nada complexo. Ufa!

Se você contratou uma empresa especializada para criar o seu site, boa parte dessas tarefas já devem ter sido resolvidas. 

O SEO técnico aborda questões sobre a estrutura por trás das páginas, seus códigos e arquitetura do site. 

Alguns dos principais elementos do SEO Técnico são:

Mobile Friendly: seu site está otimizado para celular?

Seu site é responsivo, isso é, ele está adaptado para visualização no celular? Hoje, a maior parte das buscas acontece através de um smartphone. 

O Google já anunciou oficialmente que esse é um dos fatores que utiliza para estabelecer o posicionamento em dispositivos móveis.

Velocidade: seu site está carregando rápido?

O Google recomenda que um site carregue em até 5 segundos em uma conexão 3G. Qualquer tempo ganho pode ter impacto positivo nos resultados de acesso e conversões do seu site. 

Alguns fatores que podem influenciar no carregamento da sua página:

  • Excesso de imagens: imagens ajudam a tornar o conteúdo mais agradável, mas também são o tipo de conteúdo que mais pesam em seu site. Por isso, se precisa utilizar um número considerável, certifique-se de que sejam compactadas, em baixa resolução e suas dimensões exatamente, ou próximas, à dimensão de exibição.
  • Códigos e scripts desnecessários: mesmo que o seu site esteja desenvolvido em plataformas reconhecidas como o WordPress, a utilização de plugins em excesso pode tornar o processo de carregamento da página mais lento.
  • Hospedagem ruim: os recursos que a sua hospedagem oferece também tem grande impacto sobre a velocidade do seu site. Escolher mais barata, provavelmente, resultará em perda de desempenho.

SSL: mantenha seu site seguro

O certificado de segurança SSL é aquele cadeado que aparece ao lado do endereço do seu site. Sua função é criptografar a conexão entre o navegador do usuário e o seu site ajudando, assim, a manter a segurança dos dados compartilhados. 

Além disso, ele oferece proteção extra para o seu site e também é altamente recomendado pelo Google.

Hoje, a maior parte das hospedagens já oferecem um serviço de SSL gratuito.

SEO on Page

SEO on page é a otimização do conteúdo do seu site 

É nessa etapa que as empresas devem prestar mais atenção, pois é onde o trabalho pesado realmente está. 

Ao publicar uma página, ou um novo artigo no blog, é preciso considerar os elementos que são relevantes para os mecanismos de buscas, por exemplo:

  • produzir conteúdos relevantes, com boa legibilidade;
  • posicionar corretamente as palavras-chaves e seus sinônimos;
  • utilizar tipos diferentes de mídia como vídeos, imagens ou áudios, para enriquecer o seu conteúdo;
  • utilizar links internos e externos;
  • desenvolver uma boa Meta Descrição, que é a descrição que aparecerá na página de resultados do Google.

É importante que você saiba também que cada página deve ser otimizada para uma única palavra-chave.

Para ajudar a realizar essa tarefa, indicamos o Plugin Yoast SEO, que faz uma análise completa do seu conteúdo, em tempo real.

Backlinks

Além de analisar os fatores mencionados acima, o algoritmo também analisa as conexões existentes entre sites externos e o seu. Para o Google, é como se você recebesse um “voto de confiança”. 

Porém, essa rede de links deve ser construída de maneira correta e, de preferência, natural. 

Além disso, a troca de links nem sempre é a saída  mais indicada para ranqueamento pois alguns podem ser prejudicial e atrapalhar a sua estratégia.

Por isso, é importante ter certeza de que as páginas linkadas ao seu site são idôneas, produzem bons conteúdos e que tenham relação com a sua área de atuação.

Afinal, por que a sua empresa precisa estar na primeira página do Google?

Uau, mas para que tanto trabalho para posicionar um site! Isso é mesmo importante? 

A resposta é: sim! Principalmente se você não conta com outras estratégias de marketing como campanhas patrocinadas ou redes sociais.

Segundo o StatCounter, 96% dos brasileiros pesquisam na internet utilizando o Google. Já o percentual de usuários que nunca vão além da primeira página de resultados é de 75%! 

É importante lembrar também que os resultados da implementação do SEO não aparecem do dia para a noite. 

Por isso, é importante iniciar uma estratégia com consistência, acompanhamento e atualizações sempre que  necessário, pois os mecanismos de buscas também mudam seus algoritmos frequentemente.

Seguindo essas dicas, com certeza, você estará dando um passo à frente dos seus concorrentes, conseguindo subir no ranking do Google mais a cada dia! 

Este é o início de uma série de posts sobre SEO. Nas próximas divulgaremos mais detalhes de como implementar essa estratégina na sua empresa.

Assine nossa newsletter e siga nas redes sociais para acompanhar as próximas atualizações.

Baixe um Checklist para avaliar 30 itens de SEO em seu site

Tags:, ,



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + 8 =