Vídeo Marketing: Como usar vídeos para aumentar suas vendas - Alphabrand
Vídeo Marketing
Por Alphabrand em 29 de outubro de 2019 | Marketing Digital

Vídeo Marketing: Como usar vídeos para aumentar suas vendas

Início » Blog » Marketing Digital » Vídeo Marketing: Como usar vídeos para aumentar suas vendas

O vídeo marketing consiste em qualquer produção audiovisual que é usada como estratégia publicitária para atração e retenção de clientes. Ou seja, desde pequenos enxertos em vídeo, até grandiosas produções – quase que cinematográficas. O vídeo marketing inclui conteúdos como:

  • Campanhas publicitárias em vídeo para redes sociais;
  • Vídeos institucionais para fortalecer a imagem da empresa/marca;
  • Conteúdos educacionais em vídeo para informação de clientes;
  • Demonstração de produtos por apresentadores;
  • Cursos online como estratégias de marketing.

Há uma gama muito grande de conteúdos que podem ser criados com o vídeo marketing. Atualmente, com a expansão da internet e o crescimento das redes sociais, essa estratégia tornou-se uma das preferências das empresas, muito por conta da grande atração e da possibilidade de aumento de vendas.

Além disso, o vídeo marketing tem um grande potencial para o tráfego orgânico, isto é, os acessos no site que não ocorrem por campanhas pagas de anúncios. Por isso, o recurso tem sido usado com frequência nos planejamentos de Marketing Digital.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Wyzowl, intitulada “The State of Video Marketing 2017”  (o Estado do Video Marketing em 2017, tradução em português), 76% dos e-commerces que utilizam o recurso acreditam que ele aumentou o tráfego orgânico. Segundo a Brightcove, os conteúdos audiovisuais conseguem até 1200% a mais de engajamento, em relação a outros formatos (textos, fotos, ilustrações, etc).

Vale ressaltar que um terço do tempo gasto pelas pessoas na internet é assistindo vídeos. Para se ter uma ideia só no YouTube são mais de 6 bilhões de horas em vídeos assistidos todos os meses. No Facebook, esse número chega a 100 milhões de horas, e no Instagram, 500 milhões de espectadores por dia. Por essa razão, os vídeos tornaram-se uma das estratégias mais bem-sucedidas no Marketing Digital.

Dicas para produção de vídeo marketing para mídia digitais

Os webinars

O webinar é um tipo de transmissão ao vivo, semelhante a um seminário, em que uma ou mais pessoas conversam sobre um determinado assunto para o público online. A reprodução pode ser feita em websites ou diretamente nas redes sociais, como o Facebook, que permite transmissões em tempo real.

É possível discutir sobre qualquer tema nos webinars – desde assuntos polêmicos, até informações para sanar dúvidas dos espectadores. Por exemplo, hoje em dia muitas pessoas mantêm uma frequência de busca sobre o mercado pet. Nesse sentido, empresas do ramo podem promover um webinar para falar sobre serviços de acupuntura para gatos e os benefícios do procedimento.

De acordo com a State of Video Marketing, cerca de 44% das empresas e-commerce já utilizam o webinar e pretendem continuar com o recurso nos próximos anos. Isso porque, os seminários online são ótimos para atrair novos visitantes ao site ou blog da empresa, além de elevar o número de seguidores nas redes sociais.

Além disso, durante a transmissão em vídeo, é possível anunciar outros produtos e/ou serviços. Voltando ao exemplo do mercado pet, quer dizer que, na fala e explanação sobre os benefícios da acupuntura, os apresentadores e participantes podem oferecer o serviço de creche para animais de estimação (da mesma empresa ou de empreendimentos parceiros).

Fora isso, os webinars:

  • São fáceis de produzir;
  • Não precisam de grande investimento financeiro;
  • Promovem o engajamento e interação do público;
  • Garantem autoridade da marca/empresa no mundo digital.

Stories do Instagram

Desde a implementação do stories no Instagram, em 2016, o recurso tornou-se um sucesso entre os usuários. Com ele, é possível publicar fotos e vídeos de curta duração, que ficam disponíveis por um período de 24 horas. A ferramenta também oferece possibilidades de edição do conteúdo, incluindo textos, imagens, gifs e filtros.

Hoje em dia, são mais de 300 milhões de usuários ativos no stories diariamente, o que representa um grande público em potencial. Por isso, as empresas estão investindo cada vez mais em estratégias com o uso da ferramenta.

Uma das formas mais utilizadas de divulgação no stories é a apresentação rápida de um determinado produto e/ou serviço. Por exemplo, quem deseja mostrar uma academia de musculação completa, com o intuito de atrair novos potenciais clientes, pode filmar uma série rápida de exercícios ou fazer um tour pelo local. Dessa maneira, o público tem um contato mais próximo com a empresa, o que gera maior engajamento.

Outra vantagem do stories é que ele pode ser informal, ter uma linguagem mais direta com as pessoas. Essa também é uma forma de mostrar um conteúdo mais real, tornando o recurso confiável para as pessoas.

Assim como no exemplo anterior, o stories permite a gravação de uma aula funcional na academia, mostrando como é de fato o dia a dia no estabelecimento.

Tutoriais e vídeos educativos

O tutorial é uma forma de apresentação didática, de fácil compreensão, com o uso de recursos audiovisuais. Ele é muito comum para dicas de maquiagem, receitas e para a produção de DIY (ou faça-você-mesmo). Os tutoriais se aproximam muito dos vídeos educativos e, muitas vezes, podem ser usados conjuntamente.

Os formatos são indicados quando é preciso explicar sobre o produto ou até mesmo sobre o seu uso. Normalmente, eles costumam ser mais extensos, mas já é possível encontrar tutoriais com uma edição mais rápida e dinâmica.

Recomenda-se que os tutoriais e vídeos educativos sejam publicados no YouTube, Facebook e diretamente no posts das empresas, vistos que outras mídias (como o Instagram) não permitem a reprodução de vídeos muito longos.

Para a produção dos formatos, é recomendável elaborar um roteiro, ensaiar e ter um bom apresentador. Desse modo, as chances de viralização são maiores.

Vídeos com influenciadores digitais

O digital influencer é a pessoa com alta capacidade de influenciar o comportamento, a opinião e a decisão de compra de milhares de pessoas por meio de redes de compartilhamento, especialmente as mídias digitais. Os chamados “youtubers” são os que mais detêm esse poder nos dias atuais, já que eles produzem inúmeros tipos de conteúdos, com demonstrações e experimentações.

Nesse sentido, as empresas podem se beneficiar com os digital influencers, pois muitos consumidores dão importância para opinião de pessoas relevantes e famosas, que passam a ser vistas como porta vozes de credibilidade de muitas marcas.

Contudo, é preciso encontrar o influenciador certo para o seu produto. Por exemplo, se a empresa é especializada na confecção de bem nascidos para chá de bebê pode ser interessante entrar em contato com um influenciador que produz conteúdo voltado para mães e pais, cuidados com crianças e assuntos relacionados.

Também é importante que o influenciador compactue com os mesmos valores da empresa, como forma de criar uma relação de identidade e aumentar as chances de atração de potenciais clientes.

Durante a parceria com os digital influencers, é importante que a empresa ofereça o produto gratuitamente para o influenciador, para que ele possa testá-lo e recomendá-lo ao público. Também mande um “mimo”, para que o influenciador fale com mais carinho sobre seus produtos. Como no exemplo anterior, além dos bem-nascidos, a empresa pode oferecer um crepe para festa infantil, entre outros itens relacionados.

Vídeos personalizados para seu público

A produção de um vídeo requer planejamento e dedicação. Por isso, muitas empresas acabam apostando em conteúdos mais generalizados, como forma de abarcar diversos perfis de clientes diferentes. No entanto, a produção de um vídeo personalizado pode ser muito mais assertiva.

O Marketing Digital permite a coleta de inúmeras informações sobre seu público, como faixa etária, gênero, perfil socioeconômico, preferências, hobbies, etc. Com esses dados, é possível planejar um vídeo marketing totalmente direcionado, correspondendo aos interesses do público.

Desse modo, suponha que uma empresa de eventos atenda, principalmente, casamentos. Ao invés de produzir um vídeo genérico sobre um buffet para jantar de casamento, a estratégia pode se voltar a elaboração de um roteiro mais humanizado, acompanhando o dia a dia nos noivos e todos os preparativos que envolvem o evento.

Os vídeos personalizados são uma excelente alternativa de investimento. Segundo a Vidyard, 50% dos espectadores dos vídeos personalizados permanecem até o fim, enquanto os vídeos genéricos têm uma retenção de apenas 37% da audiência.

Os conteúdos personalizados também são uma forma de fidelizar os clientes. Assim, ao gravar um vídeo com pessoas reais, mostrando todos os detalhes do casamento, como a banda para festa, o buffet e a decoração, os clientes que toparam participar do vídeo irão se portar também como promotores do conteúdo, além de manterem a fidelização e a credibilidade da empresa.

O Facebook aposta nos vídeos personalizados há anos. Por exemplo, com a colagem de fotos pessoais de seus usuários, a rede elabora conteúdos de aniversário, melhores momentos, retrospectivas de final de ano, entre outros.

Gostou deste contúedo? Compartilhe!