Home Blog / Guias Completos / Guia: Presença digital na web

Guia: Presença digital na web


Por Alphabrand em 16 de julho de 2022


Ter um site deixou de ser uma opção e se tornou uma necessidade para qualquer negócio.

O site é o cartão de visitas da sua empresa e vale como uma extensão da sua loja ou escritório, sendo hoje um dos principais pontos de contato entre você e o seu cliente. 

Quando seu cliente procura sua marca na internet, ele te encontra? Se sua empresa não aparece nas buscas, você acaba abrindo espaço para o seu concorrente.

A presença digital é mais do que ter um site ou cadastrar o perfil da empresa e uma ou outra rede social.

Neste guia, vamos explicar tudo sobre este assunto e como a sua empresa pode se beneficiar com a presença na internet.

Mas afinal, o que é presença digital?

A presença digital é a forma como sua empresa é representada na internet. Isso inclui seu site, redes sociais, anúncios online e qualquer outra forma de marketing digital.

Ter uma boa presença digital é importante para qualquer empresa, porque ajuda a aumentar o alcance, aumentar as vendas e atrair novos clientes.

A presença digital também ajuda a construir a confiança e a credibilidade da sua marca. As pessoas confiam mais nas empresas que têm uma boa presença online, porque elas sabem que essas empresas estão sempre atualizadas e se preocupam com o que está acontecendo na internet.

Por fim, a presença digital também ajuda a otimizar o seu site para os mecanismos de busca, o que significa que as pessoas serão mais propensas a encontrá-lo quando estiverem procurando por produtos ou serviços que você oferece.

Portanto, se você ainda não tem uma presença digital, é importante começar a trabalhar nisso o quanto antes. A presença digital é a chave para o sucesso da sua empresa nos dias de hoje.

 

Primeiro passo para estabelecer sua presença digital: crie um site

O primeiro passo para estabelecer a presença digital é ter um site em um domínio próprio. O site vai ser o seu escritório online. É onde as pessoas poderão acessar para saber mais informações sobre o seu negócio.

É importante que o seu site seja bem projetado e ofereça aos seus visitantes a experiência que eles esperam.

Confira algumas dicas importantes na criação do seu site:

  1. Escolha um domínio simples e fácil de lembrar. Se possível, use sua marca ou nome comercial como o nome do domínio. Utilizar o serviço que oferece como parte do endereço também é uma boa forma de ser encontrado mais rapidamente na web.
  2. Contrate um bom provedor de hospedagem. Certifique-se de que eles ofereçam suporte 24/7 e que seus servidores sejam confiáveis.
  3. Crie um site responsivo. Isso significa que o seu site deve se adaptar a diferentes tamanhos de tela, para que as pessoas possam acessá-lo facilmente em qualquer dispositivo.
  4. Use imagens de alta qualidade. As imagens são uma parte importante de qualquer site, então certifique-se de usar imagens de alta qualidade e, principalmente, tome cuidado para não utilizar imagens com direitos autorais.
  5. Escreva conteúdo de qualidade. O conteúdo é o que fará com que as pessoas visitem o seu site, então certifique-se de escrever conteúdo interessante e informativo.
  6. Promova o seu site. Certifique-se de que as pessoas saibam que o seu site existe, promovendo-o em redes sociais, anúncios online e outros canais. Seguindo essas dicas, você pode criar um site que atrairá tráfego e ajudará a estabelecer a sua presença digital.

As redes sociais são uma ótima maneira de criar uma presença digital, mas é importante lembrar que elas são apenas alugadas. Se a rede social que você usa for comprada ou fechar, seus seguidores e conteúdo podem ir embora.

O site é a melhor maneira de garantir o controle sobre sua presença digital. Você pode criar um site para promover sua marca, produtos ou serviços. Além disso, um site é um ótimo lugar para mostrar seus produtos, portfólio ou blog.

Como criar um site

A boa notícia é que criar um site tem se tornado cada vez mais fácil, com o surgimento de novas ferramentas que não exigem que você entenda de programação. Como um pouco de esforço e dedicação, você pode até construir um site de graça.

Mas para garantir que o site tenha uma boa experiência para os visitantes, não hesite em contratar um profissional. Afinal, é a sua marca que está em jogo.

Algumas plataformas onde você pode criar seu site de maneira ágil:

  • Squarespace
  • Wix
  • WordPress.com

Através dessas plataformas, você pode montar o seu site de maneira visual, através dos componentes que elas disponibilizam.

WordPress, o queridinho da internet

O WordPress é o gerenciador de  conteúdo mais famoso da internet. Ele é utilizado por cerca de 43% de todos os sites existentes na rede e é uma ótima alternativa para criar um site mais profissional. A plataforma é gratuita, mas precisa ser instalada e configurada em um servidor de hospedagem. 

Através do sistema do WordPress você pode utilizar temas gratuitos, pagos ou desenvolver o próprio tema para atender as necessidades da sua empresa. Neste último caso,  é recomendado contratar um programador que saiba programar nas linguagens de PHP, HTML E CSS e também conheça o sistema WordPress.

 

Definindo canais de atração

Agora que você já sabe a importância de um site e conhece as ferramentas para criá-lo, é importante pensar nos canais que irá utilizar para atrair os clientes para ele. 

O site só vai gerar oportunidades de negócios se as pessoas conseguirem encontrá-lo, e essa não é uma tarefa tão simples quanto parece.

A boa notícia é que existem vários canais que sua empresa poderá utilizar como por exemplo a otimização (SEO), o Marketing de conteúdo, os anúncios, entre outros.

Um detalhe importante sobre a escolha de canais

Quando se trata de escolher os canais de marketing para a sua empresa, é importante levar em consideração se o seu público-alvo está presente nesses canais. De nada adianta anunciar no Google, se sua audiência não sabe utilizar um buscador, por exemplo.

Além disso, é importante analisar o custo-benefício de cada canal e verificar se a sua empresa tem condições de investir nesse tipo de estratégia.

Por falar em investimento, uma das principais vantagens de investir em marketing digital é a facilidade de medir os resultados das suas ações. Dessa forma você consegue saber se o seu investimento está rendendo os resultados esperados e se vale a pena continuar investindo nesse canal.

Por fim, é importante lembrar que não existe uma fórmula mágica para o sucesso no marketing digital. É preciso experimentar, testar e analisar os resultados para saber o que funciona para a sua empresa e o que não funciona.

Os principais canais de marketing digital são: anúncios, busca, e-mail, redes sociais, blog e vídeo. Cada um desses canais tem seus próprios benefícios e características únicas.

Para ajudar você a escolher o canal que melhor atende às suas necessidades de marketing, listamos abaixo algumas informações sobre eles.

Marketing de busca

A busca é o ponto de partida da maioria das navegações na internet. 

Seja para descobrir o endereço de um restaurante, achar o telefone de um médico, aprender algo novo a busca é um dos primeiros recursos mais utilizados na internet e, na maior parte das vezes, é o ponto de partida para navegar na rede.

A importância da busca está justamente na sua simplicidade e na eficiência para achar o que se quer, de forma rápida e prática. Com a evolução da tecnologia, a busca na internet também evoluiu e hoje podemos encontrar diversos tipos de buscadores, como o Google, o Bing e o Yahoo, que oferecem diversos recursos para facilitar ainda mais a nossa vida e trazer mais oportunidades para quem quer vender na internet.

Anúncios em mecanismos de buscas

A forma mais rápida de ser encontrado, principalmente se está iniciando seu negócio do zero, é utilizar os anúncios em mecanismos de buscas.

Através dessa estratégia você pode mostrar seus produtos ou serviços toda vez que alguém digita alguma palavra-chave relacionada nos mecanismos de buscas.

Uma das ferramentas mais utilizadas para isso é o Google Adwords. Após configurar sua campanha, o seu anúncio pode aparecer no topo da página do Google de maneira quase imediata.

E, o melhor de tudo isso, é que você só paga quando um visitante clicar no anúncio e entrar em seu site. É o que chamamos de PPC (Pay-per-Click), ou Custo por Clique.

Outra vantagem de anunciar na internet é que todas as suas ações podem ser mensuradas facilmente através de dados, que ajudarão a verificar se sua campanha está trazendo resultado, e mostrar onde você deve focar os seus esforços.

A vantagem de utilizar essa estratégia é que você pode atrair visitantes para o seu site de forma mais rápida. Assim, é possível testar suas páginas e receber insights importantes para novos produtos e serviços e melhorar o seu site afim de aumentar o número de conversões.

E por falar em conversão, você sabe o que é isso?

A conversão pode ser entendida como uma meta principal estabelecida pela sua empresa. O que você espera quando um usuário acessa o seu site? Ele pode fazer uma ligação, comprar um produto, cadastrar um formulário ou baixar um e-book. Cada uma dessas ações pode ser entendida como conversão.

Dividindo o número total de conversões pelo número de visitantes atraídos em cada canal você pode ter um parâmetro de quais canais funcionam melhor para sua empresa, além de acompanhar a evolução das mudanças realizadas na página.

 

Exemplo de funil de vendas amplamente utilizado no marketing digital:

Em geral, os sistemas de buscas oferecem duas maneiras para exibir um resultado. Uma delas é através dos anúncios patrocinados, abordado no tópico anterior, onde você pode exibir um anúncio para cada palavra-chave que seja relevante para o seu negócio.

E a segunda é o que chamamos de busca orgânica, ou natural. Que é o resultado que aparece em uma ordem estabelecida pelo próprio buscador. 

Estar na página principal, entre os 10 primeiros resultados não é uma tarefa fácil, pois sua empresa está concorrendo com milhões de outros sites pelo mesmo lugar. Para ganhar um posicionamento melhor neste espaço podem ser utilizadas técnicas de Otimização de Site, SEO.

SEO: Otimizando seu site e conquistando um lugar no topo

SEO, que em português significa Otimização para Mecanismos de Buscas. É a arte de se destacar nesses mecanismos. Para isso, são aplicadas técnicas ao seu site que visam conseguir o melhor posicionamento das suas páginas nos resultados de busca, em relação à palavra-chave digitada.

Conseguir uma boa posição na busca orgânica é uma forma de aumentar o tráfego sem ter que pagar pelas palavras-chave em anúncios patrocinados.

Porém, isso não significa que não terá custos para sua empresa. Você ainda precisará de redatores para escrever seus artigos, e programadores para ajustar o seu site, além de acompanhar as atualizações que os serviços de pesquisa lançam para aprimorar as pesquisas.

Esse trabalho tende a trazer resultados de médio a longo prazo, e precisa ser feito de maneira constante, pois seu concorrente também está batalhando para conquistar seu lugar ao sol, ou melhor, um lugar no topo da pesquisa.

O serviço de SEO começa com a definição das palavras-chave, passando por uma otimização interna em cada página, até a construção de uma rede de links em outros sites.

Se ainda não ficou convencido se estar bem posicionado na internet pode trazer mais vendas para sua empresa, confira estas estatísticas:

Estatísticas de busca na internet.

Estatísticas de buscas na internet

Presença Digital: Atraindo clientes através de blogs

Se você se interessou pelo SEO e quer atrair clientes para o seu site de forma orgânica, uma das estratégias mais eficazes é criar um blog. Através dele você poderá produzir conteúdos relevantes para o perfil de cliente que você busca e aumentar as chances de aparecer nos resultados.

Isso porque a função principal do mecanismos de busca é oferecer uma resposta para quem está fazendo uma pesquisa. Então, quanto mais informação e mais completo o seu site tiver sobre determinado assunto, mais relevância ele vai ganhar e se destacar entre os demais.

Ao criar um blog, você também poderá estabelecer uma relação de confiança com os seus leitores, mostrando-se como uma autoridade no seu nicho de mercado. Além disso, os conteúdos do seu blog podem ser compartilhados nas redes sociais, aumentando ainda mais a visibilidade do seu site.

Mas atenção, para ter sucesso com o seu blog, é importante que você produza conteúdos de qualidade e que sejam relevantes para o seu público-alvo. De nada adianta você usar um termo que está em evidencia e atraia um público que não se interessa pelo seu produto, não é mesmo? 

Pesquise bem sobre os temas que você vai abordar e não deixe de incluir Calls-to-action, para que os seus leitores saibam como fazer negócios com você.

Presença digital nas Redes Sociais

Hoje, o brasileiro está quase 24 horas conectado em alguma rede social. Pense na ultima fez que você fez logout do Facebook ou Instagram, não consegue se lembrar? Por isso elas são uma ótima maneira de se conectar com o público-alvo da sua marca ou negócio.

Elas permitem que você crie um diálogo direto com seus clientes e potenciais clientes, além de permitir que você crie conteúdo relevante e interessante para eles.

Além disso, as redes sociais também são ótimas ferramentas de marketing. Elas permitem que você promova seus produtos ou serviços de maneira mais eficiente e direta, alcançando um número maior de pessoas. 

Não aposte todas as fichas

É importante para a sua empresa que você entenda que as redes sociais como o Facebook, Instagram, Linkedin, e Twitter são excelentes ferramentas para propagação da sua marca, e que cada uma atende a um certo público. Mas também é importante que você não confie 100% da divulgação do seu negócio em uma só rede.

Mas por que não confiar a divulgação a uma única rede social? Pois a qualquer momento os reais donos dessas redes podem mudar a política de anúncio, e você não poderá fazer nada a respeito disso. Com isso, você corre o risco de perder todo o esforço que depositou nessa ideia

Para ficar mais simples, pense nas redes sociais como uma casa alugada: a qualquer momento o dono poderá pedi-la de volta.

Nem por isso, as redes sociais deixam de ser um excelente espaço para divulgação da sua empresa. Afinal, elas facilitam a conexão com seu público-alvo e ajudam você a alcançar dezenas — e até milhares — de pessoas, e quase que instantaneamente.

Quais as melhores redes sociais para levar o negócio

Independente da rede social que sua empresa decidir utilizar como ferramenta de marketing, ela precisa estar alinhada com o seu nicho de atuação. Para descobrir se vale a pena investir em determinada rede, basta se perguntar: O meu cliente usa este canal?

Principais redes sociais para conectar-se com seu público e os seus números:

  • Facebook: 127 milhões de usuários ativos no Brasil
  • Youtube: 1,9 bilhão de usuários ativos no Brasil em 2018
  • Linkedin: 600 milhões de usuários ativos
  • Instagram: 1 Bilhão de usuários em 2018

Obviamente você não precisa estar em todas elas, até porque gerenciar todas ao mesmo tempo é uma tarefa bem complexa. Isso porque cada uma delas tem suas próprias ferramentas de publicação, com o quantidade de texto, imagens e vídeos.

O seu conteúdo precisa se adaptar a cada tipo de mídia, que para sua mensagem seja propagada com eficiência.

E-mail Marketing

O e-mail marketing sempre será uma ótima fonte de relacionamento com o cliente, independentemente de novas ferramentas que surgem no mercado.

Você deve ter ouvido por aí que o e-mail marketing perdeu força por causa das redes sociais e aplicativos de mensagens como WhatsApp, Messenger, entre outros. Preferimos acreditar que o e-mail marketing ainda é principal ferramenta de comunicação empresarial. Vamos explicar o porquê:

Quando precisamos mandar documentos importantes, ou receber comprovantes de compras, é no e-mail que confiamos para guardar todas essas informações.

Mas se for verdade que as empresas estão migrando para outras ferramentas e deixando o e-mail marketing de lado, é só uma oportunidade para você utilizar o e-mail marketing com uma concorrência menor, concorda?

Para iniciar uma campanha de e-mail marketing você precisa de um servidor de envio, que além de facilitar o envio e segmentação para sua base de contatos, fornecerá informações sobre aberturas, cliques, erros, dentre outras.

Dicas essenciais para sua campanha de e-mail Marketing:

  • Utilize imagens com moderação: a maioria dos serviços de e-mail bloqueiam as imagens. Então, a menos que seja uma empresa em que a foto seja extremamente importante, utilize o mínimo de imagens possível;

  • Defina um objetivo principal: a não ser que esteja utilizando seu e-mail marketing como forma de filtrar e classificar seus visitantes, tente utilizar um objetivo único em cada campanha, por exemplo:
    – Divulgar a marca?
    – Vender um produto?
    – Levar o usuário para o blog?

Defina a sua Call-to-Action: em português, a chamada para ação, é uma mensagem instruindo seu visitante a fazer determinada ação. Utilize verbos, e deixe claro qual ação deseja que o receptor do e-mail marketing execute, tais como: acesse o blog agora e ganhe 10% de desconto!

A lista de contatos

Não podemos falar de e-mail marketing, sem mencionar as listas de contato.

No mundo digital ter informações do seu cliente vale ouro! Mas não basta sair comprando listas “segmentadas” no Mercado Livre e achar que descobriu o mapa da mina. Talvez esteja mais para um campo minado!

É fato que para fazer campanhas de e-mail marketing, você precisará de uma base de contatos, mas comprar uma lista de e-mails é a pior coisa que pode fazer para o seu negócio.

Se um estranho bate a sua porta, você se sente inseguro, certo? Com o e-mail marketing é a mesma coisa. Ninguém gosta de receber e-mails de quem não conhece ou nunca ouviu falar.

Além de ser estranho para a pessoa que está recebendo o e-mail, ela poderá reportar sua mensagem como spam. Com isso, seu domínio vai perdendo credibilidade, podendo entrar em uma blacklist, além de suas campanhas perderem a força.


Construindo sua própria lista de e-mails com materiais ricos

A verdade é que ninguém vai lhe fornecer o contato simplesmente porque você pediu. Se seu produto ou serviço precisa de uma força extra para que o visitante solicite mais informações, você pode oferecer algo em troca. 

Umas das formas mais eficazes de conversão é o chamado Material rico ou Isca digital. Uma isca é um brinde, um mimo que você vai oferecer ao seu potencial cliente, em troca disso ele vai lhe fornecer o e-mail ou telefone.

Sua isca digital precisa estar alinhada ao que sua empresa faz, para que você consiga atingir pessoas que estão diretamente interessadas no produto ou serviço que oferece. 

Por isso, é importante ter uma lista própria, construída do zero. É difícil, é demorado, mas você vai perceber o quanto isso fará a diferença para as suas campanhas.

Presença digital através de vídeos

O vídeo é uma das mídias mais populares da atualidade. Isso se deve, principalmente, à sua agilidade na comunicação. Devido ao seu crescimento, é possível encontrar esse tipo de mídia em diversas plataformas, principalmente nas redes sociais.

Em poucos segundos, é possível transmitir uma mensagem com o vídeo, o que o torna uma ferramenta extremamente eficiente. Além da agilidade, o vídeo também pode ser um ótimo aliado na hora de se divertir ou aprender. Por isso ele não pode ficar de fora da sua estratégia.

Existem diversos formatos de vídeos disponíveis na internet, desde os mais simples, como tutoriais, até os mais complexos, como documentários. 

Pesquisar sobre os tipos de vídeos que os seus usuários mais gostam pode ser uma ótima maneira de saber quais vídeos disponibilizar em todos os seus canais.

Assim, você pode se concentrar em produzir vídeos que atendam às suas necessidades e expectativas de seus clientes e engajar melhor sua base de seguidores.

Acompanhamento e métricas: transformando dados em resultados

A melhor parte do Marketing Digital é poder medir e saber exatamente o resultado que cada ação está trazendo para sua empresa!

Você pode facilmente ficar impressionado com o número alto de seguidores no Facebook ou Instagram do seu concorrente, e achar que essa é uma boa métrica para colocar em seu planejamento.

Mas no final das contas o que vai importar é se esses números, realmente, estão ajudando a vender.

As ferramentas de divulgação online fornecem dados para você analisar se as ações que está realizando estão surtindo efeito. De forma resumida, você pode, por exemplo, descobrir quantos visitantes está recebendo no site, quantos preencheram um formulário e entraram contato, e quantos se tornaram efetivamente clientes.

A conta é simples: divida todo o retorno conseguido através dos anúncios pelos custos. Assim, terá o seu Retorno sobre as Campanhas pagas , o ROAS (Return on Advertising).

Ter os dados de cada etapa permite analisar cada uma delas e ver o que pode melhorar, a fim de diminuir o seu custo por venda e focar nas ações que mais deram resultados.

Ferramentas para acompanhar as estatísticas

A maioria das redes sociais voltadas para empresas oferecem seu próprio painel de estatísticas. Mas para qualquer site uma das melhores ferramentas de análise é o Google Analytics.

Com o Google Analytics você pode acompanhar de perto a evolução de visitantes no seu site, saber de onde eles estão vindo, e ter insights de como ajudá-los ainda mais.

Ele é gratuito, e para começar a utilizar basta fazer uma conta e instalar o código no seu site.

Quanto mais cedo você estiver com o Analytics integrado, mais dados terá coletado para analisar e melhorar a forma como atrai e converte seus visitantes em clientes!

Algumas estatísticas que o Google Analytics oferece:

  • total de acessos;
  • total de visitas;
  • tempo na página;
  • páginas mais visualizadas;
  • taxa de rejeição
  • dados demográficos.

Quando você tem este e outros dados em mãos, fica muito mais fácil fazer a análise de resultados das suas campanhas e tomar decisões importantes para garantir uma presença digital permanente.

Com os dados certos, você pode identificar o que está funcionando e o que não está, e fazer ajustes para melhorar seus resultados. Além disso, você pode usar os dados para planejar suas próximas campanhas, garantindo que elas sejam ainda mais bem-sucedidas.

Fazendo este acompanhamento contínuo, você pode ter certeza de que está no caminho certo para o sucesso.

Conclusão

Bem, esperamos que este resumo tenha explicado de forma fácil e clara os primeiros passo para construir a presença digital da sua empresa na internet. 

É importante lembrar que citado são apenas algumas das ferramentas dentre as diversas opções disponíveis no mundo online.

Cada negócio tem suas particularidades, o importante é sempre testar, analisar e otimizar.

Lembre-se de medir todos os resultados das ações realizadas, e mudar até achar uma fórmula que encaixe perfeitamente ao seu segmento.

1