Página Inicial Blog
SEO Primeiros Passos: Como aplicar esta estratégia de Marketing
Home Blog / Blog / Mkt Digital / SEO: como aplicar essa estratégia de marketing ao seu negócio?

SEO: como aplicar essa estratégia de marketing ao seu negócio?


Por Alphabrand em 28 de agosto de 2020

Tags:, ,


Se você acompanhou o artigo anterior, já sabe que a Otimização de Sites (SEO) pode ser uma importante estratégia de marketing digital para sua empresa. 

Isso porque, quando o site e conteúdo estão bem otimizados, sua empresa ganha destaque no posicionamento dos resultados orgânicos do Google, aumentando as chances de novos clientes conhecerem o seu produto ou serviço. 

Além disso, estar bem posicionado na busca orgânica pode ajudar a sua empresa a reduzir custos de outras estratégias de marketing, por exemplo, anúncios patrocinados.

No entanto, para ter resultados concretos é necessário fazer um bom planejamento. 

Neste artigo você vai conhecer as quatro etapas iniciais para implementar uma estratégia de SEO e fortalecer o marketing on-line da sua empresa. Vamos lá?

Imagem mostrando resultados da análise de um site - da Performance ao SEO.

As 4 etapas de uma boa estratégia de marketing digital

Uma boa estratégia de marketing digital é composta por 4 etapas:

  1. SEO técnico
  2. Otimização de conteúdo
  3. Distribuição
  4. Métricas

Etapa 1: SEO Técnico —  arrumando a casa

Quando você vai receber uma visita, costuma deixar tudo arrumado e ver se não tem nada faltando, não é mesmo? Com o seu site não pode ser diferente!

Então nessa primeira etapa, você deve realizar um diagnóstico para saber se ele tem todos os recursos necessários para garantir que seu visitante acesse e encontre o que está procurando de maneira rápida e fácil.

Nessa etapa, é possível que precise de ajuda de um profissional, como um programador ou webdesigner, para fazer alguns ajustes no site, caso não tenha familiaridade com códigos e programação.

Ao fazer uma auditoria de SEO no site é importante avaliar:

  • Desempenho: velocidade de carregamento do site. Hoje em dia ninguém tem paciência para esperar mais de 5 segundos para visualizar o conteúdo de uma página.
  • Usabilidade: a organização interna das informações para que o usuário encontre o que está procurando de maneira rápida.
  • Acessibilidade: garantir que o seu site possa ser visualizado por todos, dando oportunidades iguais de acesso às informações e funcionalidades a todos os usuários. Aqui são analisados itens como: contraste entre fundo e texto, descrição das imagens no atributo “Alt”, hierarquia dos cabeçalhos, especificação do idioma, tamanho de fontes, entre outros elementos.
  • Sitemap: um arquivo .xml que ajuda os robôs dos buscadores entenderem melhor a estrutura de links dentro do seu site.
  • Robots.txt: um arquivo que deve ser inserido na raiz do site para informar quais páginas devem ou não ser indexadas.

Um bom ponto de partida para fazer essa análise do site é utilizar as ferramentas que o próprio Google oferece, como o Google Speed Insights, o Search Console e o Web.Dev.

Etapa 2: Otimização de conteúdo

Depois de garantir que o site possui uma boa estrutura e desempenho, é hora de pensar no conteúdo. 

Sem um conteúdo relevante, que engaje o seu visitante, de nada vai adiantar ter o site mais veloz do mundo. Para isso, veja algumas sugestões:

Desenvolva o conteúdo pensando em seu público

Nessa etapa é necessário saber exatamente o tipo de pessoa que estará consumindo seu conteúdo. 

Definindo uma persona, você consegue entender melhor o conteúdo que ela procura. Consegue, inclusive, saber a “forma” como ela vai buscar por esse conteúdo e, assim, você pode adequar melhor o seu texto para que se torne mais atrativo.

O conteúdo precisa ser exclusivo

Conteúdos copiados ou mesmo traduzidos não trazem relevância alguma para posicionamento. Copiar conteúdos de outros sites pode, inclusive, trazer penalizações para o seu site.

Precisa ser bem escrito

Não adianta sair repetindo as palavras-chave em todo canto e no final, ter um texto mal escrito. O conteúdo precisa sim conter as palavras-chave, mas, ao mesmo tempo, ele deve ser agradável de ler e útil para que está lendo.

Utilize sempre sinônimos para as suas palavras-chave para não tornar o texto repetitivo, e preste muita atenção na ortografia e na gramática. 

Precisa ser formatado corretamente

Além de ter a palavra-chave posicionada adequadamente dentro do texto, é necessário observar outras questões relativas à otimização do conteúdo, tais como:

  • ter a quantidade mínima de 500 palavras;
  • utilizar uma única palavra-chave principal por página;
  • os parágrafos devem ser curtos;
  • utilizar um Título de Cabeçalho da página no tamanho adequado — não mais que 60 caracteres;
  • possuir links internos e externos;
  • ter a descrição “alt” das imagens;
  • disponibilizar Título da Página e Meta Descrição únicos.

Para facilitar o diagnóstico referente a otimização do conteúdo, você pode utilizar o plugin do Yoast SEO, caso esteja utilizando WordPress. Além de analisar os fatores determinantes citados acima, ele também fará um diagnóstico de legibilidade do seu texto.

Etapa 3: Distribuição – O que fazer depois de publicar o conteúdo

Depois que você publicou o conteúdo é necessário aguardar um tempo para que ele seja indexado pelo Google, ou seja, para que ele faça parte daquela imensa biblioteca virtual que mencionamos no artigo anterior. 

Você pode acelerar esse processo enviando o link do seu conteúdo para o Search Console, uma ferramenta do Google que também serve para avaliar o desempenho do seu site nas pesquisas.

Como o SEO é uma estratégia de marketing com resultados a longo prazo, é importante distribuir o seu conteúdo em outros canais da sua empresa, como as redes sociais, grupos relacionados e pelo e-mail marketing. 

Dessa forma, além de garantir visibilidade imediata para o seu texto, quando outras pessoas o compartilham, estará gerando o que chamamos de sinais sociais, que também contribuem para um bom posicionamento na busca orgânica.

Etapa 4: Métricas – Como acompanhar a evolução de sua estratégia SEO

Depois de arrumar a casa, otimizar e publicar o seu conteúdo e distribuir nos canais que empresa possui, é preciso também acompanhar a evolução do posicionamento no ranking do Google.

Você pode fazer isso manualmente, digitando cada palavra-chave na página do Google e verificando em que página de resultado ele se encontra. Caso você tenha um número grande de palavras-chave para acompanhar, essa técnica pode não ser muito eficiente. 

Existem dezenas de softwares no mercado que automatizam essa função. Abaixo selecionei três sugestões para quem tem um pequeno negócio e está iniciando sua estratégia de SEO:

Serpfox

O Serpfox é uma solução simples para fazer o monitoramento das suas palavras-chave. Ao cadastrá-las na ferramenta, você pode acompanhar a evolução diária, além de manter um histórico de posicionamento para cada uma delas.

Você pode criar uma conta gratuita e acompanhar 10 palavras-chave. Já planos premium, que dão direito a acompanhar mais palavras-chaves, começam a partir de $10.

Ubbersuggest

Além de oferecer o serviço de pesquisa de palavra-chave, o Ubbersuggest também faz o monitoramento do seu site. Dessa maneira, é possível acompanhar a evolução de cada um dos termos que está buscando posicionar no Google. 

O Ubersuggest oferece uma conta gratuita para acompanhar até 25 palavras-chave. Caso precise aumentar esse número, pode optar por um dos planos pagos do serviço.

Além do monitoramento, ele também dispõe de uma gama de ferramentas para analisar a estrutura do seu site, que também podem ser utilizadas para analisar dados dos seus concorrentes.

Google Analytics

Apesar de não ser possível acompanhar as palavras-chave que trabalhou em seu site no Google Analytics, ele fornece um extenso relatório de acesso às suas páginas.

Com ele  é possível consultar a origem do tráfego que o seu site está recebendo, tempo de visita, taxa de rejeição e quais as páginas mais visitadas e uma infinidade de outros relatórios que podem trazer muitos insights para melhorias no site da sua empresa e, até mesmo, para seu produtos e serviços.

Depois de tudo isso, acabou?

Logo, finalizamos aqui o que considero ser os 04 passos básicos para implantar o SEO em sua estratégia de marketing digital. 

Ah, mais uma informação importante: O posicionamento nas buscas pode variar dia após dia, pois novos conteúdos são publicados na internet e o Google também pode atualizar seu algorítimo.

Desse modo, é preciso ficar atendo e, caso precise, atualizar o seu conteúdo já publicado.

Além disso, o seu concorrente também está buscando conquistar posições melhores no ranking das buscas, por isso é preciso ficar atendo e entender que SEO é um trabalho contínuo.

Nos próximos artigos entraremos um pouco mais a fundo em cada um dos passos descritos aqui. 

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe em suas redes sociais e inscreva-se também em nossa newsletter, aqui ao lado, para ser notificado sobre as próximas atualizações!

Tags:, ,



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =